terça-feira, 4 de outubro de 2011

O Purificador

Quem me conhece bem sabe: sou uma encrenqueira nata! Além de ser sistemática.
Quando fomos escolher nosso filtro, tivemos um impasse: eu queria o menor possível e o Husband queria um com água gelada também (ja tinha convencido ele de não comprar a geladeira com o dispenser né? rs). Acontece que ou é uma coisa ou é outra. Os modelos que gelavam eram enlormes e, pra mim, apavorantes. Niqui achei esse da Electrolux:



Bem menor que os concorrentes, marca boa, bonito, gela a bendita da água... ele mesmo.

Foi morar conosco e nunca tive uma reclamação dele, até sair essa matéria aqui na Folha (e no Uol também, mas não encontrei o link).

Em contato com a Electrolux, não obtive uma resposta clara... primeiro disseram que a Pro Teste não é certificada para fazer esses testes. Após uma longa explicação da Pro Teste (porque é CLARO que eu ia perguntar pra eles né?) de que embora sejam uma associação eles realizam os testes com laboratórios certificados e dizer que seu produto é certificado pelo Inmetro e ponto final, não adianta, (O Inmetro fiscaliza, mas não pode garantir a qualidade. Confuso né?) enviei essa resposta para a Electrolux e começaram com as respostas em modo "looping", me repetindo o que já disseram: que o aparelho funciona como deveria funcionar.

Agora pensa comigo:
1. O que a Pro Teste ganharia "difamando" um produto da Electrolux? Alias, só foram aprovados 3: Brastemp, Europa e Latina. E dessa última, só o modelo Sterilizer (o mais caro ever).
2. Se o aparelho funciona bem, porque o teste não diz isso? E por que eles não conseguem me tranquilizar de outra forma?
3. Se fosse você, com esse purificador aí em casa, lendo:
O modelo da Electrolux apresenta um ambiente que favorece a proliferação de micro-organismos. A concentração inicial de bactérias na água aumentou em mais de 10% após a passagem pelo filtro, piorando a qualidade da água. 
Você ficaria tranquilo??

Pois é. A seguir, cenas do próximo capítulo rs

2 comentários:

diasadois disse...

Oi Sumida...
Menina, essa pergunta que você fez é difícil. Eu sinceramente acho que iria ver quanto custaria pra testar a água da minha casa. Se fosse barato (até 20% do valor do aparelho) eu faria o teste pra tirar a dúvida.
Agora, se o teste fosse caro...ihhh... não sei se conseguiria continuar tomando água como se nada estivesse acontecendo.
Mas leia mais a respeito na internet e descubra se essas tais bactérias são realmente ruins pra saúde, quais as chances de estarem na água mineral... porque as vezes você consome ela de outras formas, e daí, pra que se preocupar?
Um beijão!

diasadois disse...

É eu sei... você consegue ser pior do que eu pra mostrar as coisas...kkkkkkkkkk
E sofá igual? Temos bom gosto...hahaha

Beijocas querida! Não me mata de curiosidade não!