terça-feira, 6 de março de 2007

Eu não

Eu não gosto que me digam o que fazer.
Eu não sei ouvir e ficar quieta.
Eu não quero sentir vergonha alheia.
Eu não faço nada que não acredito.

Eu não sei ficar brava sem falar alto.
Eu não sei controlar a raiva quando estou brava.
Eu não sei aguentar o choro.
Eu não penso antes de falar.
Mas não me arrependo de ter falado.

Eu não gosto do frio.
Mas não suporto mais esse calor.
Eu também não passo mais frio.

Eu não consigo me concentrar quando tenho preguiça.
Eu não sei mais como mandar a preguiça embora.

Eu não sou católica.
Eu não sou lá muito santa.
Eu não consigo terminar de rezar antes de dormir.

Eu não pensava em ter filhos.
Eu não tenho paciência de esperar.
Eu não sei brincar com crianças.

Eu não me sinto mais sozinha.
Eu não tenho mais medo de casar.
Eu não uso aliança.
Eu não faço questão.

Eu não gosto de cozinhar.
Eu não gosto que duvidem que eu saiba cozinhar.
Eu não gosto que duvidem de mim.
Eu não gosto que me subestimem.

Eu não uso batom.
Eu quase nunca uso maquiagem.
Eu não pinto o olho.
Eu não tenho mais 20 anos.
Eu não tenho 30 anos ainda.

Eu não sou só designer.
Eu não sei me definir.
Eu não sou uma coisa só.

Um comentário:

Le disse...

Eu e você - Capricornio & Peixes

Incompreensão mútua inicial. Cada um verá no outro só as características que não possui. Quando capricórnio olhar para peixes, estará enxergando um ser completamente baratinado, que nunca sabe onde pôs as meias ou que dia é hoje. Quando peixes visualizar capricórnio, terá a sensação de estar olhando para um formulário cheio de regras, ítens e parágrafos. O caso entre eles, porém, pode ser também uma good trip - basta capricórnio colar etiquetas em todas as gavetas e pendurar um calendário asteca na entrada do apartamento, e peixes encarar formulários como mantras budistas, feitos para cantar, não entender.